Bloody Mama/ Os Cinco de Chicago (Roger Corman, 1970)


                                                                                      TRAILER:



Direção: Roger Corman
Roteiro: Don Peters, Robert Thom
País: EUA
Gênero: Drama, Thriller, Policial

Sinopse: A lendária Ma Barker aterroriza a Chicago dos anos 30. Mulher durona, analfabeta, violentada pelos próprios irmãos, ela jurou que teria filhos e os prepararia para serem os melhores e maiores criminosos do país.

Análise:

Esta obra é uma pérola contracultural norte-americana e foca na história real da família de desajustados que tem a sádica matriarca Ma Barker como líder. Uma lendária fora da lei que aterrorizou Chicago na década de 1930, vinda de Arkansas, quando criança ela foi violentada pelos irmãos com o consentimento do próprio pai, assim ela jurou que viria a ter vários filhos e os transformariam nos maiores criminosos dos EUA.

Esta década é conhecida pelos os anais da história obscura dos EUA como a ''era dos inimigos públicos'', que foi um fenômeno que tinha sua premissa no desespero causado pela ''a grande depressão'' que estraçalhou a economia do país levando várias pessoas à ruína total, assolando a sociedade norte-americana daquela época. Estes desajustados se aproveitaram da histeria apocalíptica deste tempo, para se tornarem através do medo, famosos criminosos enaltecidos pela a mídia sensacionalista.

Assim, Ma Baker teve seus quatro filhos: Herman (Don Stroud) , Lloyd (Robert De Niro), Arthur (Clint Kimbrough) e Fred (Robert Walden). Sua obsessão pelo os filhos fizeram com que ela os privassem da figura paterna, os transformando em delinquentes juvenis superprotegidos por ela. Visando tirá-los da pobreza que viviam em Arkansas e livrá-los do pai que ela considerava um bêbado fracassado, foram para Chicago para começar uma vida nova. O bando era conhecido como Barker-Karpis e cometeram vários assaltos a bancos, sequestros e assassinatos.


O filme mostra o lado obscuro do caos social e político deste período nos EUA, com vários falshbacks de cenas reais durante a narrativa de Ma Backer, interpretada pela a atriz Shelley Winters, durante o filme. Como a passeata em protesto da organização racista Ku Klux Khan em Washington, quando os senadores decidiram fazer uma lei tornando crime os linchamentos e enforcamentos públicos de negros no sul dos EUA.

O cineasta Roger Corman nos dá uma visão mais intimista e humana desta família de criminosos e de todas as suas frustrações e transtornos psicológicos juntamente com os crimes hediondos que cometiam, principalmente de Ma Backer, que escondia seu sadismo perante a doutrinação e tirania insana que mantinha sobre os filhos se comportando como uma inocente mãe atenciosa que se preocupava com o futuro de sua família, ensinando suas crias a enfrentarem o selvagem mundo da forma como ela o conhecera.

Roger Corman tem um fascínio por este período, ele viria a fazer vários outros filmes onde ele conta a história obscura e não menos importante dos EUA pela a concepção destes desajustados e excluídos, que viriam a enfrentar a sociedade estadunidense com toda sua fúria e rebeldia e que por um certo período se transformaram em celebridades, e mesmo sendo psicopatas e sociopatas, eles fazem parte do cerne desta nação.


Sobre o autor:

Leandro Godoy é o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
Share on Google Plus

About leandro godoy

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário