As Aventuras de Pi (Ang Lee, 2012)



                                                                                                    TRAILER:



Direção: Ang Lee
Roteiro: David Magee 
Gênero: Aventura, Drama, Fantasia
País: EUA, China

Sinopse: A história de um menino indiano chamado Pi, filho de um tratador de animais, que se encontra na companhia de uma hiena, uma zebra, orangotango e um tigre de Bengala depois de um naufrágio tê-los deixado à deriva no Oceano Pacífico.

Análise:

É inegável que Ang Lee tenha como inspiração nos seus filmes as obras de Akira Kurosawa, tanto na forma de contar as estórias como na forma de querer captar emoções através das imagens e da fotografia. Ang Lee conseguiu conceber uma obra de uma sensibilidade ímpar em relação aos questionamentos religiosos e existenciais que permeiam os filmes orientais à tempos, muitos foram as obra-primas feitas e este filme não foge desta classificação, uma obra-prima.

Ang Lee conseguiu o que poucos cineastas conseguem nesta era, usar a tecnologia a seu favor. Os magos dos efeitos digitais da Dreamworks fizeram um trabalho magistral na criação dos animais e de toda a fotografia do filme que é quase inteiramente feita em CGI, tudo isso se junta com a estória do filme que é sensível e impecável. Que este filme sirva de lição a hollywood, é possível fazer um filme de fantasia quase inteiramente em CGI com uma estória convincente, não só é possível... como é obrigatório! O cinema oriental vem fazendo isso a décadas.

O filme é de uma beleza visual sem igual, algo original que pelo que me lembre nunca vi em um filme neste começo de século. Os animais foram inteiramente feitos em CGI e mesmo assim temos a impressão que eles são reais, aqui a ilusão do cinema realmente nos engana como  num show de mágica onde quase acreditamos que aquele mágico realmente pode desaparecer, ou quando Georges Méliès fazia a platéia no cinema delirar com os efeitos que ele criava se utilizando de truques simples de edição nos seus  filmes em 1920, estes falsos animais de ''Aventura de PI'', enquanto estamos no cinema, são verdadeiros em nossa mente e coração.

Aqui as questões filosóficas entre existência e religião é colocada de uma forma despretensiosa afim de agradar ateus e religiosos que se deixam sensibilizar pelo o filme, a mensagem final é forte, ela não responde questões e sim as criam como só um bom filme de drama pode fazer, este filme nos faz pensar, nos muda de alguma forma. Felizes daqueles que independentemente de suas crenças entenderam e absorveram a mensagem deste filme, a mensagem pode parecer clichê para os padrões orientais mas não para nós ocidentais, que ainda somos muitos primitivos em relação à espiritualidade e do verdadeiro significado da religião.


Share on Google Plus

About leandro godoy

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário