Amor (Michael Haneke, 2012)



                                                                            TRAILER:

                                                                                       

        
Direção: Michael Haneke
Roteiro: Michael Haneke
Gênero: Drama, Romance.
País: França.

Sinopse: Estrelado por dois ícones do cinema francês – Emmanuelle Riva, 85 anos, e Jean-Louis Trintignant, 81, "Amour" trata da relação de um casal de idosos que tem de lidar com a proximidade da morte.

Análise:

''Amour'' de Michael Haneke é uma das grandes obras-primas do cinema mundial contemporâneo, pois foca em um assunto muito controverso e comum que é a velhice de uma forma crua, sem cortinas ou enfeites que tem a pretensão de esconder a realidade das pessoas que já estão no fim da vida, todas suas frustrações e dificuldades, seus relacionamentos com familiares e com o passado, que é a força motriz da vida e o que faz ela valer a pena perante às adversidades. Sabemos hoje que a velhice é mais comum devido aos avanços da medicina, mas mesmo assim não estamos isentos das fatalidades do destino por isso a maioria das pessoas à tratam como sendo algo tabu baseando-se em preconceitos, aquele pensamento à curto prazo comum do nosso cotidiano acelerado nos faz esquecer que um dia seremos idosos, pensamos muito no presente e no passado, e temos muito medo do futuro, e quando ele chega, mesmo se estivermos preparados, não saberemos lidar com o que nos espera, muito menos com algo tão destrutivo quanto uma doença terminal degenerativa, que incapacita, e nos transforma em algo totalmente diferente de um ser humano comum, quando e se isso acontecer, teremos quem nos conforte e nos ajude? Será que iremos questionar nossa dignidade e saberemos lidar com a morte iminente? Se a velhice ainda é um tabu na nossa sociedade, imagine a opinião sobre a liberdade das pessoas escolherem sua própria morte perante às adversidades de alguma doença terminal, a eutanásia. Haneke não perdoa.

Haneke sabe muito bem desmistificar o mundano, a linguagem cinematográfica que retrata a natureza humana nos seus filmes, seguem a linha de pensamento de uma das mais famosas obras do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, ''Humano, Demasiado Humano''. Haneke retrata os homens com pensamentos livres e inteligentes, que devido à sua natureza, realizam ações inesperadas que na maioria das vezes são pessimistas, cruéis e trágicas. 

Neste filme os protagonistas são os veteranos Jean-Louis Trintignant e Emmanuelle Riva, dois atores franceses que já participaram de grandes obras primas mundias, como ''Hiroshima Meu Amor'', ''A Fraternidade é Vermelha'', ''Minha Noite com Ela'', ''O Conformista'', ''Z'', ''O Vingador Silencioso'', e ''Kapó''. Cada um com mais de 80 anos, eles conseguem conceber personagens extraordinários, reais e simplórios. 

O filme se passa inteiro dentro de um apartamento, lugar onde residem o casal de idosos e que define muito bem suas personalidades. Eles são pessoas simples e bastante cultas, em cada canto do apartamento percebemos que os dois exaltam a cultura, porque lá há vários quadros, música erudita e muitos livros, devido a isso não percebemos e sentimos a claustrofobia deste lugar pequeno e fechado, apenas quando há a cena em que é retratado a exaustão do personagem de Jean-Louis Trintignant, refletindo suas angustias, frustrações e medos perante ao desespero vivido por sua mulher enferma que ele tem de ajudar e cuidar, que o acaba sufocando devido a abdicação da sua vida pela a dela. No filme, a única ligação com o mundo externo são os quadros que retratam paisagens, não consegui identificar qual artista pintou os quadros, mas sei que eles fazem parte da coleção pessoal dos pais de Michael Haneke.

Enfim, este filme é espetacular, ele fascina e ao mesmo tempo choca, somos quase que obrigados a encarar que um dia também ficaremos velhos e que a decadência física é algo comum, e que se deixarmos, a decadência psicológica e espiritual também.


Share on Google Plus

About leandro godoy

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário