Cinema e Literatura: 10 Filmes Baseados na Obra de H.P. Lovecraft

Lovecraft foi o único filho de Winfield Scott Lovecraft, negociante de jóias e metais preciosos, e Sarah Susan Phillips, vinda de uma família notória que podia traçar suas origens diretamente aos primeiros colonizadores americanos, casados numa idade relativamente avançada para a época. Quando contava três anos, seu pai sofreu uma aguda crise nervosa que deixou sequelas profundas, obrigando-o a passar o resto de sua vida em clínicas de repouso.

Assim, ele foi criado pela mãe Sarah, por duas tias, e por seu avô, Whipple van Buren Phillips. Lovecraft era um jovem prodígio que recitava poesia aos dois anos e já escrevia seus próprios poemas aos seis. Seu avô encorajou os hábitos de leitura, tendo arranjado para ele versões infantis da Ilíada e da Odisseia, de Homero, e introduzindo-o à literatura de terror, ao apresentar-lhe clássicas histórias de terror gótico.

Lovecraft era uma criança constantemente doente. Seu biógrafo, L. Sprague de Camp, afirmou que o jovem Howard sofria de poiquilotermia, uma raríssima doença que fazia com que sua pele fosse sempre gelada ao toque. Devido aos seus problemas de saúde, ele frequentou a escola apenas esporadicamente mas lia bastante.

Seu avô morreu em 1904, o que levou a família a um estado de pobreza, em decorrência da incapacidade das filhas de gerenciar os bens deste. Foram obrigados a mudar-se para acomodações muito menores e insalubres, o que prejudicou ainda mais a já débil saúde de Lovecraft. Em 1908, ele sofreu um colapso nervoso, acontecimento que o impediu de receber seu diploma de graduação no ensino médio e, consequentemente, complicou sua entrada numa universidade. Esse fracasso pessoal marcaria Lovecraft pelo resto dos seus dias.

Nos seus dias de juventude, Lovecraft dedicou-se a escrever poesia, mergulhando na ficção de terror apenas a partir de 1917. Em 1923, ele publicou seu primeiro trabalho profissional, Dagon, na revista Weird Tales. Lovecraft junto de Clifford Martin Eddy, Jr., foi um ghostwriter do magazine Weird Tales, inclusive escrevendo uma estória, "Sob as Pirâmides" (Under the Pyramids, também conhecida como Imprisoned with the Pharaohs), para o famoso mágico Harry Houdini.

Sua mãe nunca chegou a ver nenhum trabalho do filho publicado, tendo morrido em 1921, após complicações numa cirurgia.

Lovecraft trabalhou como jornalista por um curto período, durante o qual conheceu Sonia Greene, com quem viria a casar. Ela era judia natural da Ucrânia, oito anos mais velha que ele, o que fez com que sua tias protestassem contra o casamento. O casal mudou-se para o Brooklyn, na cidade de Nova Iorque, cidade que Lovecraft nunca gostou. O casamento durou poucos anos e, após o divórcio amigável, Lovecraft regressou a Providence, onde moraria até morrer.

O período imediatamente após seu divórcio foi o mais prolífico de Lovecraft, no qual ele se correspondia com vários escritores estreantes de horror, ficção e aventura. Entre eles, seu mais ávido correspondente era Robert E. Howard, criador de Conan o Bárbaro. Algumas das suas mais extensas obras, Nas Montanhas da Loucura e O Caso de Charles Dexter Ward - seu único romance -, foram escritas nessa época.


Seus últimos anos de vida foram bastante difíceis. Em 1932, sua amada tia Lillian Clark, com quem ele vivia, faleceu. Lovecraft mudou-se para uma pequena casa alugada com sua tia e companhia remanescente, Annie Gamwell, situada bem atrás da biblioteca John Hay. Para sobreviver, considerando-se que seus próprios textos aumentavam em complexidade e número de palavras (dificultando vendas), Lovecraft apoiava-se como podia em revisões e "ghost-writing" de textos assinados por outros, inclusive poemas e não-ficção. Em 1936, a notícia do suicídio de seu amigo Robert E. Howard deixou-o profundamente entristecido e abalado. Nesse ano, a doença que o mataria (cancro no intestino) já avançara o bastante para que pouco se pudesse fazer contra ela. Lovecraft suportou dores sempre crescentes pelos meses seguintes, até que em 10 de março de 1937 se viu obrigado a internar-se no Hospital Memorial Jane Brown. Ali morreria cinco dias depois. Contava então 46 anos de idade.

Howard Phillips Lovecraft foi enterrado no dia 18 de março de 1937, no cemitério Swan Point, em Providence, no jazigo da família Phillips. Seu túmulo é o mais visitado do local, mas passaram-se décadas sem que seu túmulo fosse demarcado de forma exclusiva. No centenário de seu nascimento, fãs norte-americanos se cotizaram para inaugurar uma lápide definitiva, que exibe a frase "Eu sou Providence", extraída de uma de suas cartas.


10- O Altar do Diabo (The Dunwich Horror)/ Dirigido por: Daniel Haller/ Ano: 1970/ País: EUA


Sinopse: Produção de Roger Corman sobre feiticeiro que planeja realizar ritual demoníaco de fertilidade com uma jovem que conheceu numa biblioteca.


09- Morte Para Um Monstro (Die, Monster, Die!) Daniel Haller/ Ano: 1965/ País: EUA


Sinopse: O cientista americano Stephen Reinhart (Nick Adams) chega de trem à Arkham, um pequeno vilarejo inglês, para visitar sua noiva Susan Witley (Suzan Farmer), com quem havia estudado ciências na faculdade nos Estados Unidos. Ao chegar na mansão, é friamente recebido pelo pai de Susan, Nahum Witley (Boris Karloff), que tenta encorajá-lo a ir embora sem ver sua noiva, utilizando de uma inesperada arrogância. O jovem americano começa a se convencer que algo misterioso e malígno envolve a casa e seus ocupantes, principalmente após a morte suspeita do mordomo da família, Merwyn (Terence DeMarney).

Baseado no conto "A Cor que Veio do Espaço", de H.P. Lovecraft.


08- Pavor na Cidade dos Zumbis (Paura Nella Città Dei Morti Viventi)/ Dirigido por: Lucio Fulci/ Ano: 1980/ País: Itália


Sinopse: Após o suicídio de um padre na cidade de Dunwich, uma força maligna é libertada, abrindo os portões do inferno. Uma jovem médium descobre tudo isso, e com a ajuda de um jornalista procuram a cidade para terminar com tal mal. Estranhos acon- tecimentos desencadeiam desde a morte do padre, mas tudo só poderá ser resolvido antes da meia- noite do dia de Todos os Santos, caso contrário o mal será instalado sobre a terra.


07- O Chamado de Cthulhu (The Call of Cthulhu)/ Dirigido por: Andrew Leman/ Ano: 2005/ País: EUA


Sinopse: Baseado no famoso conto de H.P. Lovecraft. Na história, um professor moribundo deixa a seu neto uma coleção de documentos relacionados ao Culto de Cthulhu. O neto começa a descobrir porque os estudos do Culto fascinavam tanto seu avô. Pouco a pouco ele começa a se admirar com o Culto, assim como seu avô, e começa a investigar, tomando isso como sua própria cruzada. Quando começa a perceber a pertubadora e mortal realidade da situação, sua sanidade começa a desmoronar.


06- Um Sussurro Nas Trevas (The Whisperer in Darkness)/ Dirigido por: Sean Branney/ Ano: 2011/ País: EUA


Sinopse: Narra os acontecimentos ocorridos após as grandes enchentes de Vermont em 1927. Ao ouvir histórias sobre cadáveres de animais desconhecidos boiando nas águas, o acadêmico Albert N. Wilmarth tenta vincular os relatos às crenças populares da região. O assunto ganha os jornais e a seguir entra em cena Henry Wentworth Akeley, o folclorista de Vermont que acredita na existência de cultos secretos e criaturas inumanas nas colinas do estado – e logo percebe estar diante de coisas muito mais poderosas do que seria capaz de imaginar. Um sussurro nas trevas é um dos grandes expoentes do “horror cósmico” de Lovecraft.


05- A Cor Que Caiu do Céu (Die Farbe)/ Dirigido por: Huan Vu/ Ano: 2010/ País: Alemanha


Sinopse: Arkham, 1975: O pai de Jonathan Davis desapareceu. Seus passos levam à Alemanha, para a floresta Swabian-Franconian onde ele parou após a Segunda Guerra Mundial. Jonathan vai em busca do pai para trazê-lo de volta, mas lá no profundo da floresta ele descobre um mistério obscuro do passado: uma fazenda assombrada por uma misteriosa força alienígena sem forma ou substância, que é apenas uma cor, indestrutível e mortífera.


04- Herança Maldita (Castle Freak)/ Dirigido por: Stuart Gordon/ Ano: 1995/ País: EUA 


Sinopse: John Reilly (Jeffrey Combs, de "Re-Animator") e Susan (Bárbara Crampton) viajam com a filha para a Itália, onde ficarão hospedados num castelo herdado pela família. Quando começam a aparecer corpos mutilados pelos corredores do castelo, John descobre que uma terrível criatura habita o interior da construção e ele terá que lutar para salvar a vida da esposa e da filha. Um dos mais macabros filmes produzidos por Stuart Gordon, o criador da série Re-Animator.


03- Do Além (From Beyond)/ Dirigido por: Stuart Gordon/ País: EUA/ Ano: 1986


Sinopse: Dr. Pretorius (Ted Sorel) e seus colegas estão trabalhando em uma experiência, por meio da estimulação da glândula pineal, querem abrir a mente humana para dimensões superiores. O experimento é bem-sucedido, no entanto, eles são imediatamente atacados por terríveis formas de vida, que aparentemente estão em torno de nós o tempo todo. Quando o Dr. Pretorius é morto por um deles, o Dr. Tillinghast (Jeffrey Combs) sob suspeita pela morte é considerado louco, devido a sua história. Só a psicóloga ambiciosa Dr.ª McMichaels (Barbara Crampton) acredita nele e quer continuar o experimento.


02- O Castelo Assombrado (The Haunted Palace)/ Dirigido por: Roger Corman/ Ano: 1963/ País: EUA


Sinopse: Um feiticeiro queimado vivo há mais de cem anos continua assustando habitantes de pequena aldeia. Logo após a chegada de Charles Ward, começam a acontecer estranhas mortes pelo fogo. E o bondoso Charles é muito parecido com o maldoso feiticeiro. Baseado em obra de H. P. Lovecraft.


01- Re-Animator (Dirigido por: Stuart Gordon)/ Ano: 1985/ País: EUA


Sinopse: Ao estilo Frankenstein, Herbert West (Jeffrey Combs) é um estudante de medicina que desenvolveu um reagente capaz de reanimar criaturas mortas. Ao lado de seu colega de quarto, Dan Cain (Bruce Abbott), West precisa de corpos frescos para continuar suas experiências mórbida. Porém, seu professor, doutor Carl Hill (David Gale), tem planos de conseguir os créditos da descoberta só para ele… Isso se conseguir manter a cabeça sobre o corpo até o final do filme.



Sobre o autor:

Leandro Godoy é o criador, editor chefe e escritor do site Cinema e Fúria. Também é escritor do site Obvious e La Parola. Gosto dos mais malucos exploitations, aos cultuados filmes de arte até ao mainstream do cinemão pipoca. Meus outros interesses são: odontologia, literatura e música.
Share on Google Plus

About leandro godoy

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário