The Lords of Salem (Rob Zombie, 2013)





                                                                       TRAILER:



Direção: Rob Zombie
Roteiro:
País: EUA
Gênero: Horror

Sinopse: Um DJ local erroneamente libera uma maldição infernal numa cidade. 300 anos antes, nas mesmas ruas de Salem em que os moradores caminham hoje em dia, pessoas inocentes foram retiradas de suas casas, acusadas de bruxaria e sentenciadas à morte. Os “Senhores de Salem” corriam pela cidade com um punho de ferro, enquanto quatro bruxas que foram torturadas e mortas prometeram em sigilo que um dia voltariam para se vingar.

Análise:

Desde Rejeitados Pelo Diabo Rob Zombie vinha errando bastante na concepção de seus filmes de horror, até um vergonhoso reboot do clássico Halloween ele fez, algo que enfureceu os fãs do gênero. Com o seu novo filme The Lords of Salem ele se redime com o seu talento e cria algo perturbador. Este filme é bastante simplório, não há um orçamento exagerado e nem grandes astros do cinema, muito menos efeitos em CGI, até sua estória é bastante simples, mas nem por isso este filme deixa de ser bizarro, sujo e horripilante.

Rob Zombie claramente se inspira nos filmes exploitation e shocksploitation da década de 1970 que tinham o satanismo e a bruxaria como tema. Com um orçamento limitado ele cria cenários exagerados de frenesi religioso  numa Salem do século XVII, onde mulheres consideradas bruxas pelos ''senhores de salem'' ou os famigerados inquisidores, eram queimadas vivas.

Como em todos os bons filmes de horror fantástico que se utiliza desta temática, as mulheres condenadas eram realmente bruxas e praticavam cultos macabros na floresta de Salem. Os inquisidores eram os heróis cristãos que auto sacrificavam sua eternidade - porque as bruxas antes de perecem na fogueira sempre juravam se vingar de suas futuras gerações - para mandá-las para o inferno assim salvando a humanidade, ou seja, um bom filme de horror fantástico confirma todos os medos e paranoias religiosas em relação aos inimigos da fé cristã.  Não há nada mais assustador do que confirmar as insanidades proselitistas inventadas pelos regentes do cristianismo, que pretensiosamente interpretam literalmente as escrituras bíblicas para doutrinar e manipular seus seguidores. 

O cineasta também consegue criar algo bastante teatral nas cenas mais lisérgicas que junto com uma ótima trilha sonora e cenografia muito bem produzida ficaram aterrorizantes. O grande astro do filme é mesmo Rob Zombie, até porque as más atuações que permeiam todo o filme conseguem abalar a atmosfera de horror que só não desaba por causa da mão pesada e confiante do diretor.

The Lords of Salem é um filme de horror bastante incomum para os padrões de hoje, onde os valores das religiões não são mais afrontados de uma forma crítica, profana e provocadora. É um filme corajoso que usa o remanescente das atrocidades em nome da fé cometidas em Salem por seus inquisidores, que pelo fanatismo religioso  ideológico moderno, ainda vive nos corações dos servos de Jesus Cristo mais reacionários e gananciosos pelo mundo afora. Nós brasileiros que somos revoltados com todos os tipos de crimes cometidos pelos eclesiásticos no Brasil que tem a proteção dos próprios fiéis, fica difícil de não imaginarmos como seria maravilhoso passar este filme dentro da igreja universal ou  em algum culto católico ministrado por padres celebridades, principalmente a sua sequencia final! 

O filme pode não agradar algumas pessoas que querem ver algo mais comercial, mas irá arrepiar àqueles que assim como eu são fãs dos filmes de horror exploitation da década de 1970, e com certeza irá chocar à muitos que apenas querem ver um bom filme de horror.


Share on Google Plus

About leandro godoy

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário